Você está em: Home » Artigos, Tendências & Mercado » Um paraíso do entretenimento

Livraria Cultura - Conjunto Nacional (SP) | Com um novo modelo de negócio, a Cultura transforma o ato de compra em uma experiência de descoberta.

Um empreendimento com 1.400 funcionários, que faturou R$ 274 milhões em 2009, apresentando um crescimento de 18% em relação ao ano anterior. Para quem ainda tem em mente aquele conceito de livraria como no dicionário – um estabelecimento onde se vendem livros, note que a realidade mudou, pelo menos para a Livraria Cultura.

Com um acervo de 3 milhões de livros e mais de 70 mil CDs e DVDs no catálogo, ela conseguiu se tornar um centro muito mais voltado para a experiência, do que para o consumo. Um novo formato de livraria que se adapta perfeitamente à realidade dos centros urbanos. Um ponto de encontro tradicional para quem busca entretenimento, lazer e informação.

Qualquer pessoa que passar por uma das oito unidades em todo o Brasil pode notar que o diferencial já começa no ambiente aconchegante. Há uma preocupação com a pessoalidade, o lugar mais intimista, sem cartazes agressivos de promoções, onde o público pode simplesmente pegar um livro e folheá-lo em uma confortável poltrona, como se fosse uma degustação.

A ideia é que, a partir dessa experimentação, surge a vontade do consumidor em querer conhecer mais sobre o assunto e, enfim, comprar. E a abordagem vem dando certo!

Trata-se de uma mudança no conceito que prioriza a excelência no atendimento. Uma quebra de paradigma. Para Marília Leite Martins Verri, gestora de marketing da Cultura, todo esse conjunto de detalhes acaba fazendo a diferença. “Acreditamos que as pessoas precisam poder folhear o livro, seja em nossas lojas ou na internet, da mesma forma que ouvem trechos de um CD ou assistem a um trailer de um DVD”.

“Nossos livreiros estão sempre prontos a aconselhar o cliente durante as compras ou a ajudá-lo a encontrar o aquilo que ele procura. Essa sempre foi uma característica do nosso negócio”, destaca o presidente da Cultura Pedro Herz. De fato, o cuidado já começa na seleção dos funcionários.

Em uma das etapas, os candidatos passam inclusive, por prova de conhecimentos gerais, envolvendo literatura, música, cinema arte e história. Os eventos nas lojas também se tornaram uma rotina. Para se ter uma ideia, apenas no ano passado foram realizados cerca de três mil.

As opções são diversas: concertos, shows, palestras, cafés filosóficos, exposições, cursos, noites de autógrafos e até palco para a transmissão ao vivo de programas de rádio com platéia, como é o caso do Fim de Expediente, pela CBN, que acontece uma vez por mês no Teatro Eva Herz na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo.

O “Vira Cultura” é uma das iniciativas mais marcantes nesse sentido. Caminhando para sua terceira edição, o evento oferece uma programação intensa de shows, peças de teatro, sessões de autógrafo e de cinema, stand up comedy, dança e literatura, durante 37 horas ininterruptas.

Aproximadamente 15 mil pessoas circulam pela loja, três vezes mais do que as médias dos horários normais de atendimento. E as vendas cresceram 30% em relação a outros fins de semana, sendo que quase 10% são resultado de vendas realizadas durante a madrugada, horário em que a Cultura nunca havia ficado aberta antes.

Outra inovação é a parceria com o Google, que permite ao internauta visualizar um trecho das obras no site da Cultura antes de decidir pela compra – medida inédita em todo o mundo.

Como diz Herz, o sucesso não é proveniente de uma fórmula pronta, mas sim de dedicação, planejamento e acompanhamento: são 363 dias trabalhados por ano (a Cultura só fecha no Natal e Ano Novo). Além disso, o seu cuidado pessoal com a estratégia do negócio e um processo decisório muito rápido contribuem para os bons resultados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


2 Comentários

  1. Auciene disse:

    É INCRÍVEL, ADOREI!

  2. Olá, Auciene. Agradecemos o seu comentário. Seja sempre bem-vinda ao nosso blog.

Deixe seu Comentário

© 2017 APD News – O canal de informação da Aliança. Todos os direitos reservados.