Você está em: Home » Entrevista » Ravel, adorador até embaixo d’água

Enquanto está em terra firme, ele forma ao lado da sua irmã, Rayssa, uma das duplas de maior notoriedade no meio evangélico. Mas nas horas livres, troca o microfone, o violão e as partituras por nadadeiras, cilindros de ar comprimido e roupas de neoprene.

Isso porque o pastor Ravel é um verdadeiro fã do mergulho! O hobby não é dos mais convencionais, é verdade. Mas ele mesmo garante: não há riscos. Trata-se de uma das modalidades esportivas mais seguras, desde que praticada com a orientação de especialistas.

O hábito de se aventurar oceano adentro começou a convite de um familiar. “Depois da primeira vez, não foi difícil me apaixonar por esse esporte”, comenta entusiasmado. (Talvez seja por isso que o seu prato preferido é peixe). Um dos destinos preferidos de Ravel é Arraial do Cabo, cidade costeira localizada a 180 km do Rio de Janeiro.

ravel02Ravel se prepara para mergulhar em Arraial do Cabo-RJ

Não é pra menos. O contato com a natureza e a proximidade com toda a beleza e a diversidade da fauna marinha são extraordinários. Isso sem contar a fauna de corais, paisagem excelente para os amantes da fotografia.

“O fundo do mar é lindo. Estar ao lado de tartarugas, cavalos marinhos, moréias e arraias é uma experiência marcante”. O local é especial para o mergulho pela ocorrência do fenômeno chamado ressurgência. Correntes provenientes de grandes profundidades (até 350 metros) sobem até a superfície, e por não receberem os raios do sol nas profundezas, tornam a água muito mais fria.

Dependendo da época do ano, a temperatura pode chegar a 9ºC, quando normalmente gira em torno dos 15ºC. Quando isso acontece, é possível esbarrar em cardumes de golfinhos e baleias. Em determinadas épocas do ano, até pinguins aparecem nadando ao longo da costa.

A prática do esporte, na opinião de Ravel, é importante por trazer consigo diversos ensinamentos como a disciplina, que tem o ajudado no seu ministério ao longo do tempo. Graças a isso, e também a muito talento, a sua carreira ao lado de Rayssa já completa 19 anos, culminando no lançamento do álbum Rayssa e Ravel – apaixonando você outra vez (2009).

O mergulho é benéfico para aprimorar cada vez mais a sua respiração, fundamental para executar as músicas com perfeição. Os artistas conseguem, por exemplo, alcançar notas mais altas, e com maior potência vocal, o que também se deve em grande parte ao acompanhamento da fonoaudióloga Lílian Azevedo.

ravel03Os irmãos Ravel e Rayssa.

De acordo com Ravel, a dica para quem quer começar a praticar esse esporte é, primeiramente, procurar uma escola credenciada que invista tempo em aulas teóricas e práticas na piscina. Depois disso, é a vez das aulas de mar, normalmente feitas durante um fim de semana.

Concluídas essas etapas, o novo mergulhador receberá uma certificação e estará pronto para desvendar as maravilhas dos mares, que afinal, causam tanta curiosidade por se tratar do habitat mais inexplorado do planeta. E aí? Que tal um mergulho?


Ravel01Ravel utiliza todo o seu fôlego para praticar um esporte diferente

Fotos: Arquivo pessoal e Divulgação MK.
Matéria originalmente publicada na Edição Nº8 do Catálogo Aliança.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


2 Comentários

  1. May Cintia disse:

    Ficou massa a foto!

  2. guilherme vinicius campos alves disse:

    Preciso da partitura e cifra da música ‘Sem Palavras’, de Vanilda Bordieri, pra eu cantar e tocar na igreja.

Deixe seu Comentário

© 2017 APD News – O canal de informação da Aliança. Todos os direitos reservados.