Você está em: Home » BDs (Blu-rays), Música » Blu-ray: entenda a Alta Definição

blu-ray

O Blu-ray é a grande novidade tecnológica do ano, de acordo com a União Brasileira de Vídeo. No primeiro semestre, a venda de filmes em Blu-ray cresceu 240,5%, em comparação com o mesmo período de 2008. Agora, a tarefa é decifrar a enorme quantidade de siglas que aparecem no mercado quando o assunto é tecnologia de Alta Definição. O ideal é se familiarizar com elas, afinal de contas, a tendência é que invadam cada vez mais o nosso cotidiano.

Antes de mais nada, é preciso saber que o nome da tecnologia Blu-ray foi dado porque a cor do raio laser que faz a leitura dos discos é azul (blue, em inglês). O Blu-ray Disc (BD) tem aparência semelhante à de um DVD, mas sua capacidade de armazenamento é muito maior – no mínimo 25 Gbytes de informação. Cinco DVDs são necessários para guardar a mesma quantidade de dados.

Para aproveitar toda a qualidade do novo formato, é preciso ter uma TV Full HD, ou seja, de Alta Definição máxima. É a melhor resolução que uma TV pode alcançar, medida pela quantidade de pixels (pontos) na tela. Uma TV Full HD tem 1920 pixels de resolução horizontal por 1080 linhas de resolução vertical, a cada polegada quadrada (o DVD convencional reproduz 720 x 480 pixels).

A qualidade também depende da interface. O cabo HDMI (High-Definition Multimedia Interface) é o mais aconselhável para qualquer fonte de áudio ou vídeo digital. O tamanho da imagem é outro detalhe. Enquanto a tela da TV tradicional possui a proporção de 4:3, os novos aparelhos têm a medida de 16:9, como as telas de cinema.

Vale lembrar que a Aliança lançará em Blu-ray Disc, breve, os álbuns Ministério Vineyard (Vem, Esta é a Hora – Ao Vivo), Comunhão e Adoração 6 (Adhemar de Campos) e Nívea Soares Acústico – o primeiro gravado em Alta Definição no gospel nacional.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Deixe seu Comentário

© 2017 APD News – O canal de informação da Aliança. Todos os direitos reservados.