Você está em: Home » Notícias, Tendências & Mercado » Em 2010, MJ promete revolução antipirataria

Em 2010, o Conselho Nacional de Combate à Pirataria (CNCP) irá intensificar o trabalho de repressão à pirataria no país. Entre as ações, estão previstas diversas medidas educativas para combater a falsificação e estimular o consumo de produtos originais.

De acordo com Luiz Paulo Barreto, presidente do Conselho e secretário-executivo do Ministério da Justiça a ilegalidade não pode crescer proporcionalmente ao crescimento econômico. Além disso, MJ e Sindireceita desenvolvem a campanha “Pirata: tô fora!”.

Com o objetivo de conscientizar a população, a cartilha contém alertas importantes sobre os efeitos danosos da pirataria: “A baixa qualidade de áudio e imagem, falta de encartes e o desrespeito aos direitos autorais são os principais motivos para não se comprar mídias piratas. CDs e DVDs falsificados danificam o leitor óptico dos aparelhos. Por isso, não estrague a sua diversão. Compre sempre produtos originais”.

Essas iniciativas têm surtido efeito. Segundo o site de notícias IDG Now!, a apreensão de CDs e DVDs piratas cresceu 17% no Brasil em 2009 (dados da Associação Antipirataria Cinema e Música). Vale ressaltar que no Brasil, a pena para crimes de Violação de Direito Autoral pode ser de 2 a 4 anos, e multa.

Leia mais sobre esse assunto em:

Ministério da Justiça: http://www.mj.gov.br/combatepirataria
Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial: http://www.etico.org.br/listanoticia.php
Campanha “Pirata: tô fora!”: http://www.piratatofora.com.br/

 

Antipirataria

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Tags:

Deixe seu Comentário

© 2017 APD News – O canal de informação da Aliança. Todos os direitos reservados.